Os Gay Games foram criados há quase 40 anos pelo atleta Americano Tom Waddell que participou dos Jogos Olímpicos no México em 1968.

A sua ideia era de expandir o conceito dos jogos com uma mensagem de tolerância, criando uma oportunidade para Incentivar a autoestima das pessoas LGBT e o desejo de promover o respeito e compreensão no mundo não gay.

As primeiras edições ocorreram em 82 e 86 em São Francisco. Em 2018, Paris será a 3ª cidade europeia a hospedar os jogos, depois de Amsterdã e Colônia.

Os Gay Games, se aproximam das olimpíadas e tem o apoio dos comitês olímpicos e as federações esportivas, nacionais e internacionais. A grande diferença é que esses jogos são abertos a todos.

Mesmo sendo chamado Gay Games, o evento não é direcionado somente ao público Gay. Todos podem participar, independentemente da idade, condição física, religião, nacionalidade e, portanto, orientação sexual.

As modalidades variam um pouco em comparação com os Jogos Olímpicos. Algumas são as mesmas, como vela, tênis, basquete, badminton, etc. Mas também há esportes mais “exóticos”, como boliche ou dança.

A ideia é de abrir as competições para todos, os jogos são também um pretexto para fazer uma grande festa, com shows e eventos artísticos que ocorrem após cada grupo de modalidades.

De 4 a 12 de Agosto 2018 Paris será o palco de uma programação intensa de esporte e cultura a favor da diversidade e inclusão.

Assine as nossas notícias!